Cinegrafista húngara é demitida após agredir refugiados

Petra Laszlo foi flagrada derrubando um homem com um criança no colo e chutando uma menina e um jovem no campo de Roszke, perto da fronteira com a Sérvia; veja o vídeo

786 0

Petra Laszlo foi flagrada derrubando um homem com um criança no colo e chutando uma menina e um jovem no campo de Roszke, perto da fronteira com a Sérvia; veja os vídeos

Por Redação

Imagens que começaram a circular na noite desta terça-feira (8) nas redes sociais mostram a cinegrafista da TV húngara N1TV Petra Laszlo derrubando um refugiado sírio com uma criança no colo e chutando duas pessoas no campo de acolhimento de Roszke, sul do país, perto da fronteira com a Sérvia. Ela foi demitida pela emissora.

Os refugiados fugiam da polícia húngara quando ambas as agressõe ocorrem. Em uma cena, a cinegrafista dá uma rasteira no homem que carrega a criança após ele conseguir escapar de um dos agentes. Em outras duas, chuta uma criança e um jovem que corre.

A emissora na qual trabalhava Laszlo é tida como próxima ao partido de extrema-direita Jobbik, defensor de ideias neonazistas e contrário à imigração e ao acolhimento de refugiados. “Consideramos inaceitável o ocorrido. A nossa relação de trabalho com a cinegrafista está encerrada. Da nossa parte, o caso está fechado”, disse um comunicado da emissora após tomar conhecimento do ocorrido e demitir a profissional.

Confira os vídeos abaixo:



No artigo

x