Dilma é alvo de ódio em perfil de funcionária de buffet que vai servi-la em Teresina

Em postagem na qual se discute “algum pedido especial” para a presidenta, internautas sugerem “envenenamento”, "chá de sumiço" e "chumbinho nos quitutes"

1154 0

Em postagem na qual se discute “algum pedido especial” para a presidenta, internautas sugerem “envenenamento”, “chá de sumiço” e “chumbinho nos quitutes”

Por Redação

Reprodução/Facebook
Reprodução/Facebook

Nesta sexta-feira (11), a presidenta Dilma Rousseff está em Teresina (PI) e participa no período da tarde do Dialoga Brasil. O evento tem entre os prestadores de serviço o buffet local La Trufel, e uma postagem de uma das funcionárias do estabelecimento causou polêmica nas redes sociais.

No Facebook, Priscila Di Schiavi escreveu a seguinte postagem: “Hoje a nossa presidente DILMA está em Teresina, e vou ter o “prazer” de fazer o evento para ela e toda equipe. Queria saber dos meus colegas se alguém tem algum pedido especial, afinal é uma oportunidade única”. Às 14h, a publicação havia sido apagada.

Em seguida, diversos internautas pregavam a morte da presidenta. “Coloca o veneno pra ela comer por favor”, “Pode matar!”, “Cavem um buraco bem fundo e… vupt!!! Deem um chá de sumiço nessa maldita e em todos da corja dela”, “coloque chumbinho nos quitutes”, “coloca um pouquinho de veneno” foram alguns dos comentários postados.

À reportagem da Fórum, Priscila afirmou que não esperava comentários com aquele teor e disse estar “muito triste”, pois a sua imagem e a do buffet teriam sido “altamente prejudicadas”. Ela afirma ser funcionária do estabelecimento, e não uma das donas.

“Fui altamente prejudicada por uma coisa que eu não disse, mas pelo o que as pessoas falaram. Não chegamos a fazer qualquer ameaça a ela”, afirmou, ressaltando ainda que o buffet se dispõe a que seja feito qualquer tipo de perícia nos alimentos que serão servidos caso haja dúvidas.

“Nunca falei nada sobre o governo, nunca estou em confusão, não participei de nenhuma dessas manifestações”, completou.

Leia também:

Secretaria-Geral da Presidência solicita investigação da PF sobre caso do buffet de Teresina



No artigo

x