Professores da Unicamp ofendidos por vizinho antipetista processarão agressor

"Como cidadão, como brasileiro, como pessoas que têm posições políticas em relação à sociedade, temos que dar um basta nisso", disse sociólogo Rubem Leão Rego em entrevista; assista

695 0

“Como cidadão, como brasileiro, como pessoas que têm posições políticas em relação à sociedade, temos que dar um basta nisso”, disse sociólogo Rubem Leão Rego em entrevista; assista

Por Redação

Os professores aposentados da Unicamp Walkiria Domingues Leão Rego e Rubem Leão Rego afirmaram, em entrevista ao Blog da Cidadania, que processarão o vizinho antipetista que vem agredindo sua família desde o ano passado, época das eleições presidenciais que reelegeram Dilma Rousseff (PT). Na última sexta-feira (11), o homem jogou seu veículo em direção à filha do casal, uma mulher de 40 anos que visitava os pais no prédio em Perdizes, zona oeste da capital, e o caso foi parar na delegacia (leia aqui).

“Como cidadão, como brasileiro, como pessoas que têm posições políticas em relação à sociedade, temos que dar um basta nisso”, destacou Rubem em conversa com Eduardo Guimarães. Ele e sua companheira – autora do livro Vozes do Bolsa Família: Autonomia, dinheiro e cidadania – contam que as ofensas do vizinho, um homem na casa dos 70 anos, já ocorreram diversas vezes – em uma delas, Rubem foi insultado enquanto esperava o elevador.

Confira o depoimento dos sociólogos, moradores do prédio há mais de vinte anos:



No artigo

x