“Tenho certeza de que Dilma terminará o mandato”, diz Temer

Em Moscou, vice-presidente tentou afastar os rumores de impeachment de Dilma Rousseff, defendeu os novos cortes que devem ser anunciados pelo governo e desconversou sobre o possível aumento de impostos

485 0

Em Moscou, vice-presidente tentou afastar os rumores de impeachment de Dilma Rousseff, defendeu os novos cortes que devem ser anunciados pelo governo e desconversou sobre o possível aumento de impostos

Por Redação*

O vice-presidente Michel Temer (PMDB) afastou, nesta segunda-feira (14), os rumores de impeachment da presidenta Dilma Rousseff (PT) e disse ter certeza de que seu governo chegará até 2018, quando novas eleições serão realizadas. “A presidente está se recuperando cada vez mais e tenho certeza que terminará o mandato”, afirmou na capital russa, onde visita a World Food Moscow, principal feira de alimentos, bebidas e agronegócios do país.

Na rápida entrevista concedida à imprensa, Temer defendeu os novos cortes no orçamento, que devem ser anunciados pelo governo em breve. “É uma oportunidade. Foi pregado intensamente no sentido que se faça os cortes. Mas os cortes não estão definidos ainda”, argumentou. “Se houver cortes, acho que é um bom passo e um atendimento a vários setores que pleiteiam exatamente cortes”, reforçou.

O vice-presidente também foi questionado sobre o possível aumento de impostos para garantir o superávit em 2016, mas não quis comentar o assunto. “Sobre isso eu vou falar no Brasil”, rebateu.

*Com informações do Estado de S. Paulo e da Agência Brasil

(Foto: Romério Cunha)

 

 

 



No artigo

x