Tucano que ameaçou Dilma é indiciado pela Polícia Federal

O advogado e militante do PSDB Matheus Sathler postou um vídeo em que ameaçava “arrancar a cabeça” de Dilma Rousseff. Se condenado, ele pode pegar pena de 3 a 6 meses de prisão, além...

648 0

O advogado e militante do PSDB Matheus Sathler postou um vídeo em que ameaçava “arrancar a cabeça” de Dilma Rousseff. Se condenado, ele pode pegar pena de 3 a 6 meses de prisão, além do pagamento de multa

Por Redação

O advogado e militante do PSDB Matheus Sathler foi indiciado pela Polícia Federal por incitação ao crime. No dia 25 de agosto, ele postou um vídeo em que ameaçava “arrancar a cabeça” da presidenta Dilma Rousseff. “Tenha humildade para sair do país porque, caso contrário, o sangue vai rolar”, afirmou na gravação.

O inquérito sobre o caso foi encaminhado à Justiça Federal nesta quarta-feira (23). Se condenado, Sathler pode pegar pena de 3 a 6 meses de prisão, além do pagamento de multa. A família ainda tentou argumentar que ele sofre de transtornos mentais, mas a justificativa não convenceu as autoridades.

“Vivemos em um Estado de Direito e não podemos permitir que o direito ao exercício da livre expressão dos indivíduos sirva de escudo para a incitação de crimes”, declarou a delegada da Polícia Federal Fernanda Costa de Oliveira, responsável pela Delegacia de Inquéritos Especiais.

 

 

 



No artigo

x