Festival exibe curtas sobre direitos humanos gratuitamente em São Paulo

Nova edição da mostra Entretodos passar por todas as regiões da capital paulista, com mais de 300 filmes que têm como tema ‘Cidade educadora’ Por Rede Brasil Atual...

703 0

Nova edição da mostra Entretodos passar por todas as regiões da capital paulista, com mais de 300 filmes que têm como tema ‘Cidade educadora’

Por Rede Brasil Atual

São Paulo – De amanhã (5) até sexta (9), a cidade de São Paulo sedia a oitava edição do Entretodos – Festival de Curtas de Direitos Humanos. Setenta e oito pontos de cultura e educação da capital paulista vão exibir gratuitamente mais de 300 curta-metragens em centros culturais, salas de cinema e cineclubes, Centros Educacionais Unificados (CEUs), escolas, parques e praças. “Cidade educadora” é o tema central desta edição, mas também estarão em pauta questões de gênero, direitos LGBT, juventude, inclusão, terceira idade, entre outros.

Cena do curta 'A Boneca do Silêncio', dirigido por Carol Rodrigues (Imagem: Reprodução)
Cena do curta ‘A Boneca do Silêncio’, dirigido por Carol Rodrigues (Imagem: Reprodução)

Realizado em parceria com as secretarias municipais de Cultura (SMC), de Direitos Humanos e Cidadania (SMDHC) e de Educação (SME), o festival tem o objetivo de promover o cinema independente, valorizar o audiovisual como ferramenta de formação de educadores, aproximá-lo da população em geral, além de promover a reflexão sobre questões ligadas aos direitos humanos.

A Mostra Competitiva exibe 28 curtas, sendo 14 nacionais e 14 internacionais, vindos de Senegal, Singapura, da Ucrânia, Alemanha, França, do Reino Unido, Irã, Iraque, entre outros países. Os filmes estão divididos em programas temáticos: “Vozes Urbanas”, “Possibilidades”, “Na lata”, “Incêndios” e “Visão de dentro”.

Com curadoria de Manuela Sobral e Jorge Grinspum, o evento também deve contar com uma Mostra Infantil, outra Juvenil e uma Mostra Online, com votação aberta até dia 8 de outubro pelo site do festival. Entre os 10 filmes disponíveis online, o mais votado receberá o Troféu Internauta.

Segundo Manuela Sobral, a condição feminina e o debate sobre aborto são temas de destaque na programação. “Há também mais diretoras mulheres competindo nesta edição do festival. Outro ponto que chamou atenção foi a grande participação de filmes internacionais – a maior em todas as oito edições do Entretodos”, afirma a curadora.

Os curtas vencedores serão escolhidos pelo júri oficial e também pelo voto popular. O valor das premiações chega a R$ 7 mil. Nesta edição, o júri é formado por Cláudia Mogadouro (ECA-USP), João Whitaker (FAU-USP), Letícia Santinon (CCSP), Mariana Coelho (SPCine) e pelos cineastas Francisco César Filho, Jurandir Müller, Matias Mariani, Renato Barbieri e Tata Amaral. A cerimônia de premiação do 8º ENTRETODOS fecha o festival no dia 9 outubro, a partir das 18h, no Centro Cultural São Paulo (CCSP), com a exibição dos filmes vencedores.

Além das sessões de cinema, também serão realizados alguns eventos paralelos. No dia 6 de outubro, às 14h, a Fundação Gol de Letra promove um debate com Carol Rodrigues, diretora do curta A Boneca e O Silêncio. No dia 7, o diretor e roteirista de O Submarino, Rafael Aidar, participa de um bate-papo com a psicóloga e pesquisadora da Interface Ser Humano, Andréa Jotta, no Instituto Criar. No mesmo dia, às 19h, a Fundação Tide Setubal recebe Louis Mota, diretor do curta Mc Don’t.

Confira a programação completa do Entretodos 8, com horários, locais e os filmes, no site www.entretodos.com.br

Foto de capa: Reprodução



No artigo

x