Líder do PSDB na Câmara diz que partido não deixará de apoiar Cunha

“Temos um comportamento de confiança mútua construída em razão da postura de correção que ele vem adotando com as oposições”, afirmou o deputado Carlos Sampaio  Por Redação...

926 0

“Temos um comportamento de confiança mútua construída em razão da postura de correção que ele vem adotando com as oposições”, afirmou o deputado Carlos Sampaio 

Por Redação

O líder do PSDB na Câmara dos Deputados, Carlos Sampaio (SP), afirmou, na última segunda-feira (5), que não retirará o apoio ao presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), por conta das denúncias que pesam contra ele. “Seria leviano da minha parte afirmar que ele está envolvido. O Ministério Público ainda aguarda informações da Suíça e ele tem, por ora, o benefício da dúvida”, disse o parlamentar. As informações são do UOL.

Segundo o portal, Sampaio declarou ainda que seu partido não deve pressionar Cunha para que deixe o cargo. “Enquanto não houver informações adequadas que comprovem o envolvimento de Cunha, o PSDB vai manter sua posição de apoio ao presidente da Casa”, reiterou. “Temos um comportamento de confiança mútua construída em razão da postura de correção que ele vem adotando com as oposições.”

O PSDB, principal partido de oposição ao governo federal, adota postura oposta em relação a Dilma Rousseff. Alas expressivas da legenda têm defendido que a petista deixe a presidência, seja por meio de impeachment ou renúnica, ainda que nenhuma acusação formal pese sobre ela.



No artigo

x