Em nova adaptação, ‘Bela Adormecida’ é acordada e beijada por ‘Branca de Neve’

"Não tenho mais paciência com histórias em que mulheres são resgatadas por homens", disse o britânico Neil Gaiman, autor da obra que será lançada em novembro no Brasil

2431 0

“Não tenho mais paciência com histórias em que mulheres são resgatadas por homens”, disse o britânico Neil Gaiman, autor da obra que será lançada em novembro no Brasil

Por Redação

Por qual motivo sempre é um príncipe ou um herói masculino que resgata as princesas ou “mulheres indefesas” nas histórias infantis? Essa é a pergunta que muitos garotos e garotas se fazem e que também se fazia o escritor britânico Neil Gaiman. A qeestão o levou a escrever “A Bela e a Adormecida”, uma adaptação do clássico que muda completamente essa dinâmica histórica.

Na adaptação, quem desperta, beija e resgata a princesa adormecida não é mais um príncipe que chega em um cavalo, mas sim uma mulher: Branca de Neve. “Não tenho mais paciência com histórias em que mulheres são resgatadas por homens”, disse Gaiman em entrevista a um portal britânico.

Em “A Bela e a Adormecida”, Branca de Neve sai em uma missão para livrar a jovem Bela Adormecida de um feitiço, em uma narrativa de tom sombrio que mistura personagens de outras histórias clássicas.

A obra, que tem ilustrações de Chris Riddel, será lançada no Brasil em novembro mas já há pré-venda da versão em português na Amazon.

Foto: Divulgação



No artigo

x