Manuela e Luciana Genro lideram corrida pela prefeitura de Porto Alegre

Uma nova pesquisa de intenção de votos divulgada nesta quinta-feira (22) pelo jornal Correio do Povo, feita em parceria com o Instituto Methodus, mostra as duas possíveis candidatas como favoritas no momento

1034 0

Uma nova pesquisa de intenção de votos divulgada nesta quinta-feira (22) pelo jornal Correio do Povo, feita em parceria com o Instituto Methodus, mostra as duas possíveis candidatas como favoritas no momento

Por Sul21

Embora ainda não haja confirmação oficial de nenhuma candidatura, uma nova pesquisa de intenção de votos divulgada nesta quinta-feira (22) pelo jornal Correio do Povo, feita em parceria com o Instituto Methodus, aponta que Manuela D’Ávila (PCdoB) e Luciana Genro (Psol) são as favoritas de momento para as eleições à prefeitura de Porto Alegre, a serem realizadas em outubro do ano que vem. Contudo, o levantamento também revelou que há ainda um grande percentual de eleitores que ainda não sabe em quem votar.

Entre os dias 7 e 14 de outubro, foram apresentados três cenários a 1 mil eleitores. No primeiro deles, Manuela lidera com 23,9% dos votos, seguida por Luciana com 14,5%, Vieira da Cunha (PDT) com 10,2%, Sebastião Melo (PMDB) com 8,1%, Beto Albuquerque (PSB) com 7,8% e Nelson Marchezan Jr. (PSDB), com 6,5%. Outros 11,9% disseram ainda não saber e 17,1% que votariam em branco/nulo.

No segundo cenário, em que Manuela é substituída por Maria do Rosário (PT), Luciana passa a liderar com 19%, seguida de Vieira (12,7%), Rosário (10,1%), Beto (9,3%), Melo (8,5%) e Marchezan Jr. (6,8%). Não sabe (14,5%) e branco/nulo (19,1%). Em um terceiro cenário, com Raul Pont (PT) no lugar de Manuela e Rosário, Luciana mantém a ponta (19,8%) e Pont aparece em quarto lugar (9%), atrás de Vieira (12,9%) e Beto (9,5%). Melo (8,2%), Marchezan Jr. (7,3%), não sabe (14,8%) e branco/nulo (18,5%) mantêm percentuais semelhantes.

Já na pesquisa espontânea, em que não é apresentada uma lista, o principal nome citado é o do prefeito José Fortunati (licenciado do PDT), que não pode concorrer à reeleição. Ele foi citado por 8,5% dos eleitores. Dos nomes apresentados na estimulada, o mais bem cotado na espontânea foi o de Manuela, com 3,4%. A margem de erro é 3,1% para mais ou para menos em todos os levantamentos.

Nas redes sociais, Luciana Genro saudou o resultado da pesquisa, mas salientou que, como ainda é cedo, levantamentos do tipo ainda não são impactados pela diferença de poderio econômico e espaço na mídia verificadas na campanha. “Mais uma pesquisa que demonstra a vontade de mudança do povo de Porto Alegre. Como eu já disse anteriormente, ainda é muito cedo, as pesquisas ainda não refletem as enormes desigualdades que enfrentaremos na campanha, como o pouco tempo de TV e de dinheiro, a cobertura sempre desigual da mídia e até a possibilidade de nos excluírem dos debates. Mas está claro que as forças políticas ‘tradicionais’ em Porto Alegre estão bastante debilitadas, principalmente o PT que sempre foi muito competitivo. Só tenho a agradecer a todos e todas que estão apostando no meu nome e no PSOL. É tempo de valentia!”, escreveu em sua página no Facebook.

Fotomontagem de capa: Sul21



No artigo

x