Dalai Lama sobre Paris: “O ser humano cria o problema e agora pede para Deus resolver”

Para o líder espiritual máximo do povo tibetano, os problemas da violência e intolerância religiosa não serão resolvidos com orações: "Foram os seres humanos que criaram esse problema, e agora estamos pedindo a Deus para resolvê-lo. É ilógico. Deus diria: resolvam-no sozinhos porque vocês...

6615 0

Para o líder espiritual máximo do povo tibetano, os problemas da violência e intolerância religiosa não serão resolvidos com orações: “Foram os seres humanos que criaram esse problema, e agora estamos pedindo a Deus para resolvê-lo. É ilógico. Deus diria: resolvam-no sozinhos porque vocês mesmos o criaram”

Por Redação

Tenzin Gyatso, o atual Dalai Lama – o líder espiritual máximo do povo tibetano –, se pronunciou sobre os atentados ocorridos em Paris na última sexta-feira (13). Em entrevista à agência DW, ele afirmou que os problemas da violência e intolerância religiosa não serão resolvidos com orações. “Eu sou budista e acredito na oração. Mas foram os seres humanos que criaram esse problema, e agora estamos pedindo a Deus para resolvê-lo. É ilógico. Deus diria: resolvam-no sozinhos porque vocês mesmos o criaram”, declarou.

“Precisamos de uma abordagem sistemática para fomentar valores humanistas, que promovam unidade e harmonia. Se começarmos agora, há esperança de que este século possa ser diferente do anterior. É do interesse de todos. Por isso, vamos trabalhar pela paz em nossas famílias e na sociedade, em vez de esperar pela ajuda de Deus, de Buda ou de governos”, completou Dalai Lama.

Para o líder espiritual, “os problemas que estamos enfrentando hoje são resultado de diferenças superficiais entre crenças religiosas e nacionalidades. Somos um só povo”. “Nossos problemas vão aumentar se não posicionarmos princípios morais à frente do dinheiro”, completou.

(Foto: Flickr/Christopher Michel)



No artigo

x