Policial é preso por atirar durante Marcha das Mulheres Negras em Brasília

O homem estava acampado em frente ao Congresso Nacional junto a outros manifestantes que pedem a volta dos militares ao poder. Assista ao vídeo do tumulto causado pelos disparos.

1274 0

O homem estava acampado em frente ao Congresso Nacional junto a outros manifestantes que pedem a volta dos militares ao poder. Assista ao vídeo do tumulto causado pelos disparos

Por Redação

Um homem foi preso em Brasília, no início da tarde de hoje (18), por disparar quatro tiros para o alto durante a Marcha das Mulheres Negras na Esplanada dos Ministérios. Ele é policial civil e acampava em frente ao Congresso Nacional junto a outros manifestantes que pedem a volta dos militares ao poder. Houve um princípio de tumulto entre as pessoas, que correram ao ouvirem os disparos.

De acordo com informações da Polícia Militar, o homem alegou ter se sentido ameaçado por conta do protesto. O objetivo do ato era justamente reivindicar políticas de combate à violência e à discriminação contra as mulheres negras, reunindo cerca de 10 mil ativistas de todo o país. Confira abaixo o registro de momentos seguintes aos tiros na mobilização. No local, é possível ver faixas da Marcha Patriota com a frase “Fora comunismo”.

Foto de capa: Arnaldo Saldanha

URGENTE | Vídeo gravado por nossa equipe de reportagem há pouco na Esplanada dos Ministérios, em Brasília, mostra momentos seguintes após um tiro ser ouvido durante mobilização da Marcha das Mulheres Negras. Nas imagens é possível ver faixas da Marcha Patriota escrito: “Fora comunismo”. Esse grupo de direita está acampado na área. Em breve mais informações.Vídeo: Brasil de Fato

Posted by Brasil de Fato on Quarta, 18 de novembro de 2015

Leia também: Confira fotos da Marcha das Mulheres Negras em Brasília



No artigo

x