FHC está entre os passageiros para quem Aécio cedeu aeronaves do governo de MG

O portal Diário do Centro do Mundo obteve, por meio da Lei de Acesso à Informação, a lista completa dos vôos do atual senador Aécio Neves (PSDB) durante os anos em que esteve à frente do governo de Minas Gerais. A Folha de S....

747 0

O portal Diário do Centro do Mundo obteve, por meio da Lei de Acesso à Informação, a lista completa dos voos do atual senador Aécio Neves (PSDB) durante os anos em que esteve à frente do governo de Minas Gerais. A Folha de S. Paulo já havia denunciado, no início do mês, que o tucano cedeu, enquanto governador, aeronaves do estado para deslocamento de celebridades, políticos, empresários e outras pessoas de fora da administração pública 

Por Redação

O Diário do Centro do Mundo obteve, por meio da Lei de Acesso à Informação, a lista completa dos voos do atual senador Aécio Neves (PSDB) durante os anos em que esteve à frente do governo de Minas Gerais, entre 2003 e 2010. No início do mês, a Folha de S. Paulo já havia divulgado que o tucano, enquanto governador, cedeu aeronaves do estado para deslocamento de celebridades, políticos, empresários e outras pessoas de fora da administração pública (leia mais aqui).

Segundo o DCM, foram 1.430 viagens ao longo do período em questão, “110 com pouso ou decolagem do famoso aeroporto de Cláudio, construído nas terras do tio Múcio Toletino, que ficou com a chave por um bom tempo”. Em pelo menos 198 vezes, Aécio não estava a bordo. As aeronaves utilizadas eram dois jatos, um Citation e um Learjet, um helicóptero Dauphin e um turboélice King Air.

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso fez uso dos aviões e do helicóptero em ao menos dez ocasiões – a maioria em 2006 e 2008 –, sem a presença de Aécio, diz o DCM. Já Roberto Irineu Marinho, um dos donos da Rede Globo, foi de Belo Horizonte a Brasília em 11 de setembro de 2007 e, no dia seguinte, da capital mineira a Diamantina, na companhia do então senador Sérgio Guerra (PSDB), acusado pelo delator da operação Lava Jato Paulo Roberto Costa de ter recebido propina para ajudar a inviabilizar uma CPI da Petrobras de 2009.

Ricardo Teixeira, ex-presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), também pegou carona nas aeronaves de Minas Gerais. Participou de seis vôos – três em 2006 e mais três em 2010, um deles com senador José Serra (PSDB-SP) a bordo. “O detalhe é que, em 28 de agosto de 2007, um dos passageiros era Ray Whelan, executivo-chefe da Match Services, acusado de envolvimento num esquema de venda ilegal de ingressos da Copa do Mundo do Brasil. Whelan chegou a ser preso no Complexo de Bangu”, informa o DCM.

Durante as gravações de um quadro para seu programa na TV Globo, o apresentador Luciano Huck, amigo de Aécio, foi a Tiradentes em agosto de 2004. Alguns dias depois, com os cantores Sandy, Junior e o empresário da dupla, seguiu para a cidade de Santa Bárbara.

O falecido presidente do Grupo Abril, Roberto Civita, e sua companheira, Maria Antônia, passaram o fim de semana de 27 e 28 de março de 2010 em Minas. “O casal foi de Belo Horizonte a Brumadinho, onde fica o fabuloso museu de Inhotim, no helicóptero. De volta à capital, Aécio os levou a São João del Rey no Learjet. No domingo, pegaram novamente uma carona nas hélices do Dauphin até Confins”, conforme o portal.

A lista não para por aí. Para conferi-la na íntegra, clique aqui.

(Foto: Lula Marques/Agência PT)



No artigo

x