PM desmonta barracas em frente ao Congresso Nacional

A ordem surgiu após uma reunião entre o governador do DF, Rodrigo Rollemberg (PSB), o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e o do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL).

505 0

A ordem surgiu após uma reunião entre o governador do DF, Rodrigo Rollemberg (PSB), o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e o do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL)

Por Brasil 247

A Polícia Militar do Distrito Federal conduziu com tranquilidade a retirada das barracas e dos acampados em frente ao Congresso Nacional, no início da noite deste sábado. Os manifestantes deixaram o local em paz e não ofereceram resistência.

De acordo com o porta-voz da PMDF, capitão Michelo Bueno, cerca de 30 membros do Movimento Brasil Livre ainda permaneciam no gramado anexo ao Congresso e 40 pessoas favoráveis a uma intervenção militar no País estavam no local depois da Alameda das Bandeiras.

No começo do dia, os manifestantes chegaram a reclamar de que não havia um documento formal para ordenar a saída deles e ameaçaram resistir à PM. A ordem surgiu após uma reunião entre o governador do DF, Rodrigo Rollemberg (PSB), o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e o do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL).



No artigo

x