RJ: Gerente de restaurante dá bananas a entregadores “pelo Dia da Consciência Negra”

Leonardo Valentim e outros dois entregadores receberam bananas do gerente de um restaurante no Rio de Janeiro. "Fiquei tão chateado neste dia que nem consegui dormir", relatou a vítima ao jornal O Globo, após denunciar o episódio à Polícia Civil

952 0

O motorista Leonardo Valentim e outros dois entregadores foram “homenageados” por conta da data pelo funcionário do Garota da Tijuca. “Fiquei tão chateado neste dia que nem consegui dormir”, relatou a vítima ao jornal O Globo, após denunciar o episódio à Polícia Civil

Por Redação*

funcionario_com_banana
“Fiquei tão chateado neste dia que nem consegui dormir”, disse Leonardo Valentim ao jornal O Globo

Ativistas do movimento negro e estudiosos da questão racial no Brasil alertam que o racismo é elemento estruturante de nossa sociedade e se manifesta de diferentes maneiras. Para o motorista Leonardo Valentim, de 38 anos, ele deu as caras em pleno Dia da Consciência Negra, na última sexta-feira (20). Funcionário da Ambev, fazia uma entrega no restaurante Garota da Tijuca, zona norte do Rio de Janeiro, quando ele e outros dois entregadores receberam bananas do gerente do estabelecimento. O agressor, Ascendino Correia Leal, foi preso em flagrante, mas pagou fiança de R$ 800 e foi liberado ainda na sexta. As informações são do blogue Gente Boa, do jornal O Globo, e do portal G1.

Após oferecer as frutas aos três homens, o gerente ainda disse: “Numa homenagem ao dia de hoje, uma banana para cada um porque vocês são tudo (sic) da mesma raça”. Ao blogue, Valentim contou que foi tirar satisfações com o agressor: “Quando ele viu nossa reação, fingiu que era só uma brincadeira”.

O caso acabou na delegacia, onde Leonardo e os dois colegas denunciaram o episódio como racismo. “Foi uma cena lamentável. Eu já tinha visto jogadores de futebol sendo ridicularizados, mas não imaginava passar por uma dessa em pleno Dia da Consciência Negra. Fiquei tão chateado neste dia que nem consegui dormir”, relatou.

*Primeiro parágrafo atualizado às 15h20 



No artigo

x