OAB recomenda à Câmara e ao STF afastamento de Eduardo Cunha

Em votação colegiada, o Conselho Federal da entidade decidiu ontem (1º) pedir o afastamento do presidente da Câmara, acusado de receber propinas em contratos da Petrobras e de manter contas secretas na Suíça.

16830 0

Em votação colegiada, o Conselho Federal da entidade decidiu ontem (1º) pedir o afastamento do presidente da Câmara, acusado de receber propinas em contratos da Petrobras e de manter contas secretas na Suíça

Por Redação

Em votação colegiada, o Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) decidiu ontem (1º) pedir o afastamento do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha. Ele é investigado pela Operação Lava-Jato por possível recebimento de dinheiro desviado da Petrobras e manutenção dos recursos em contas secretas na Suíça.

De acordo com a OAB, o pedido não é para o impeachment do parlamentar, mas para que ele se mantenha distante do comando da Casa enquanto durarem as apurações do Ministério Público Federal. O Conselho da instituição irá comunicar ainda o Supremo Tribunal Federal (STF) sobre a recomendação feita à Câmara.

Foto de capa: Rodolfo Stuckert / Câmara dos Deputados



No artigo

x