Em novo aplicativo, manifestante pode denunciar PM na hora

Aplicativo de celular foi desenvolvido pela ONG EvoBra e permite identificar o tipo de corporação, a ocorrência e a localização do fato, além de anexar vídeos, áudios e fotos. O objetivo é coibir desvios de conduta e casos de violência policial.

2023 0

Aplicativo de celular foi desenvolvido pela ONG EvoBra e permite identificar o tipo de corporação, a ocorrência e a localização do fato, além de anexar vídeos, áudios e fotos. O objetivo é coibir desvios de conduta e casos de violência policial

Por Redação

Um aplicativo de celular, batizado de “Projeto Vigilante”, foi desenvolvido pela ONG EvoBra e permite que manifestantes façam denúncias de atitudes praticadas por policiais na mesma hora. Ele pode estocar até 10 mil queixas, identifica o tipo de corporação (polícia civil, militar, federal ou guarda metropolitana), a ocorrência e a localização, além de anexar vídeos, fotos e áudios. Em seguida, o problema é comunicado para os órgãos competentes.

A EvoBra deve lançar, ainda nesta semana, uma campanha de financiamento coletivo na internet para arrecadar cerca de R$ 20 mil para a manutenção do projeto, que pretende ser uma ferramenta a mais para coibir desvios de conduta e casos de violência policial. O aplicativo é gratuito e voltado para usuários do sistema Android, mas a ideia é que seja estendido também para iPhone e Windows Phone.

* Com informações da Folha de S. Paulo



No artigo

x