Depois da foto de Aylan, 357 crianças já morreram afogadas entre Grécia e Turquia

Organização Internacional de Migração alerta que tragédias como a do menino sírio continuam acontecendo todos os dias.

4492 0

Organização Internacional de Migração alerta que tragédias como a do menino sírio continuam acontecendo todos os dias

Por Redação*

A imagem do menino Aylan Kurdi morto em uma praia turca viralizou nas redes sociais e causou comoção em todo o mundo. Passados mais de duzentos dias após a tragédia, outras 357 crianças foram vítimas de afogamento na costa do Mediterrâneo, segundo dados da Organização Internacional de Migração.

São meninos e meninas que enfrentam inúmeros riscos embarcados em pequenos botes para fugirem de seus países em busca de melhores condições de vida. Lideranças políticas europeias chegaram a firmar um pacto para auxiliar os refugiados, mas encontram dificuldades para que haja um acolhimento digno a boa parte dos migrantes, que acaba deportada ou vivendo em alojamentos precários.

* Com informações de El Diario

Foto de capa: Reprodução/Facebook



No artigo

x