“Estaremos juntos em defesa da democracia”, afirma Chico Buarque

A sambista Beth Carvalho sugeriu a criação de uma rede de rádios e TV pela legalidade contra o golpe e Nelson Sargento disse que não “dormiria sossegado” se não tivesse ido ao ato Da Redação...

1170 0

A sambista Beth Carvalho sugeriu a criação de uma rede de rádios e TV pela legalidade contra o golpe e Nelson Sargento disse que não “dormiria sossegado” se não tivesse ido ao ato

Da Redação

No ato da Cultura pela Democracia no Rio de Janeiro nesta segunda-feira (11/04), o compositor e escritor Chico Buarque afirmou estará sempre junto das pessoas em defesa da democracia.

A sambista Beth Carvalho sugeriu a criação de uma rede de rádio e TV pela legalidade nos mesmos moldes daquela criada pelo ex-governador Leonel Brizola no Rio Grande do Sul para garantir a posse do presidente João Goulart em 1961. Ela afirmou que está sempre na defesa da democracia e das conquistas populares e lembrou da época em que ia ao ABC Paulista, a convite do ex-presidente Lula, nos anos 1970 e 1980, para cantar para os metalúrgicos em greve.

Aos 91 anos, o sambista Nelson Sargento afirmou que “não dormiria sossegado” caso não tivesse comparecido ao ato. Ele entoou gritos em defesa da presidenta Dilma Rousseff (PT).

Segundo os organizadores, o ato atraiu cerca de 5 mil pessoas à Fundição Progresso e recebeu a adesão de mais de 100 mil pessoas que se aglomeraram na Lapa. Após as falas dos artistas, o ato seguiu com discursos na área externa do prédio.



No artigo

x