Deputados petistas desmentem matéria da Folha sobre “desfiliação coletiva”

Sem citar nenhuma fonte – as que cita desmentem o que está escrito no texto -, a reportagem do jornal diz que 26 deputados federais da legenda estariam planejando um “desembarque” após as eleições de outubro....

1416 0

Sem citar nenhuma fonte – as que cita desmentem o que está escrito no texto -, a reportagem do jornal diz que 26 deputados federais da legenda estariam planejando um “desembarque” após as eleições de outubro. “Sensacionalista e inverídica (…) não perderemos nenhum minuto com essa matéria”, disse Maria do Rosário (PT-RS)

Por Redação

Publicada na madrugada desta segunda-feira (11), a matéria da Folha de S. Paulo “Deputados do PT cogitam fazer desfiliação coletiva” já foi desmentida por mais de um dos citados. Sem mencionar uma fonte sequer, a reportagem afirma que 26 deputados federais pretendem “desembarcar” do partido após as eleições municipais de outubro, informação que já começou a ser desmentida na própria matéria, que procurou alguns parlamentares.

“Estou filiado ao PT há 27 anos e desautorizo qualquer especulação em meu nome”, disse ao jornal Henrique Fontana (PT-RS), um dos citados na matéria como interessado em deixar o partido. A Folha, no entanto, mesmo publicando sua fala pedindo para que não especulassem nada em seu nome, o fez, sem citar fontes. “Segundo articuladores do movimento, ex-líder do governo Henrique Fontana (RS) também integra o grupo [da desfiliação]”, diz o texto.

Pelo Facebook, a deputada federal Maria do Rosário (PT-RS) divulgou uma nota em que desmente a matéria, que classifica como “inveridica” e “sensacionalista”.

“A Folha de São Paulo desta segunda (11) publica matéria sensacionalista e inverídica afirmando que um grupo de deputados do PT, no qual me incluem, estariam se desfiliando do partido (…) Em tempo, não perderemos nenhum minuto com essa matéria. Estamos focados em fazer prevalecer a democracia contra o golpismo”, escreveu.

Marco Maia (PT-RS), outro citado na reportagem, também desmente. À Fórum, a assessoria de imprensa do deputado afirmou que não há “qualquer tipo de intenção” do parlamentar em deixar a legenda e que não fazem “a mínima ideia” de onde a Folha de S. Paulo tirou essa informação.



No artigo

x