PF deflagra 28ª etapa da Lava Jato, ex-senador Gim Argello é preso

Foram expedidos 21 mandados, sendo dois de prisão temporária, um de prisão preventiva, 14 de busca e apreensão e quatro de condução coercitiva Por Redação...

1125 0

Foram expedidos 21 mandados, sendo dois de prisão temporária, um de prisão preventiva, 14 de busca e apreensão e quatro de condução coercitiva

Por Redação

Foi deflagrada na manhã desta terça-feira (12) a 28ª fase da Operação Lava Jato, que tem como centro o nome do ex-senador Gim Argello (PTB-DF), preso preventivamente. Pessoas ligadas a ele seriam ainda alvo dos mandados de prisão temporária expedidos.

A ação foi batizada de “Vitória de Pirro” e do total de ordens emitidas nessa fase, duas são de prisão temporária, uma de prisão preventiva, 14 de busca e apreensão e quatro de condução coercitiva.

Gim Argello é acusado de ter atuado para evitar a convocação de empreiteiros na Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) da Petrobras, realizada em 2014. Em troca, as empresas teriam feito pagamentos indevidos sob forma de doações eleitorais oficiais.

A Polícia Federal diz que o nome da operação “remete a expressão histórica que representa  uma vitória obtida mediante alto custo, popularmente adotada para vitórias consideradas inúteis. Em que pese a atuação criminosa dos investigados no sentido de impedir o sucesso da apuração dos fatos na CPI/Senado e CPMI/Congresso Nacional, tal fato se mostrou inútil frente aos resultados das investigações realizadas no âmbito da denominada Operação Lava Jato”.

Foto de capa: Pedro França/Agência Senado 



No artigo

x