Fernando Morais vai à Justiça contra Facebook

No dia da votação do pedido de impeachment da presidenta Dilma Rousseff, rede social bloqueou a página do escritor, considerado uma das personalidades mais atuantes contra o golpe em curso no país.

1656 0

No dia da votação do pedido de impeachment da presidenta Dilma Rousseff, rede social bloqueou a página do escritor, considerado uma das personalidades mais atuantes contra o golpe em curso no país

Por Redação

golpe
Depoimento na Folha de S. Paulo hoje (18)

Ontem (17), dia da votação do pedido de impeachment da presidenta Dilma Rousseff (PT), o Facebook bloqueou a página do jornalista e escritor Fernando Morais, uma das personalidades mais atuantes contra o golpe em curso no país. O autor de sucessos como A Ilha, Olga e Chatô, o rei do Brasil possui mais de 44 mil seguidores e deverá ficar 30 dias sem fazer qualquer postagem. Diante da situação, Morais já anunciou que irá à Justiça contra a rede social.

O advogado do escritor, Samuel Mac Dowell, entrará ainda nessa semana com uma ação exigindo que o Facebook encerre a censura, sob pena de ter que fechar as atividades no Brasil. Para não ter sua voz calada no dia da votação na Câmara, Morais recebeu o apoio da Revista Fórum e do também jornalista Lucas Figueiredo. Ele tem publicado os textos de Morais em sua página pessoal, com o título “Fala, Fernando Morais”.



No artigo

x