Depois de Temer, escracho chega à casa de Jair Bolsonaro

Deputado se manifestou nas redes sociais, ameaçando os ativistas: “Minha propriedade é sagrada. Se um dia invadirem, não sairão”. Confira fotos e vídeo do ato.

2754 0

Deputado se manifestou nas redes sociais, ameaçando os ativistas: “Minha propriedade é sagrada. Se um dia invadirem, não sairão”. Confira fotos e vídeo do ato

Por Redação

Centenas de manifestantes do Levante Popular da Juventude realizaram neste domingo (24) um escracho em frente à casa do deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ), na Barra da Tijuca, bairro do Rio de Janeiro. O parlamentar, conhecido por suas opiniões preconceituosas contra mulheres e homossexuais, votou pelo impeachment de Dilma Rousseff no último dia 17, na Câmara Federal, e dedicou o momento ao Coronel Ustra, temido torturador do regime militar.

Após o protesto, Bolsonaro se manifestou nas redes sociais, ameaçando os ativistas. “Minha propriedade é sagrada. Se um dia invadirem, não sairão”, escreveu no Facebook. Ontem (23) foi a vez do vice-presidente da República, Michel Temer, ser hostilizado em outro ato, realizado no Palácio do Jaburu, sua residência oficial em Brasília. Segundo os organizadores do evento, a iniciativa foi uma reação ao golpe tramado por Temer junto ao presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), contra a democracia e o governo de Dilma Rousseff.

BOLSO2BOLSO4BOLSO5

Fotos: Mídia NINJA
Vídeo: Levante Popular da Juventude



No artigo

x