David Miranda, sobre ataque de João Roberto Marinho: “Respondeu com raiva – e com óbvias mentiras”

O herdeiro das Organizações Globo escreveu texto sobre artigo do jornalista do Intercept que apontava o papel da mídia tradicional no processo de impeachment da presidenta Dilma Por Redação...

2016 0

O herdeiro das Organizações Globo escreveu texto sobre artigo do jornalista do Intercept que apontava o papel da mídia tradicional no processo de impeachment da presidenta Dilma

Por Redação

O jornalista David Miranda, do Intercept, respondeu a um comentário postado pelo herdeiro das Organizações Globo, João Roberto Marinho, em um artigo no qual falava sobre o processo de impeachment da presidenta Dilma e o papel da mídia tradicional nesse contexto.

“De fato, a resposta de João merece mais atenção do que um mero comentário porque ela está recheada de propaganda enganosa e de falsidades pró-impeachment – exatamente o que ele tenta negar que a Globo esteja fazendo – e portanto revela uma grande coisa (Hoje, o comentário dele foi atualizado para uma carta)”, diz Miranda.

Ao longo de seu texto, Miranda rebate os argumentos colocados por Marinho. “A enganosa tentativa de João de confundir o público estrangeiro misturando a operação Lava Jato com o impeachment de Dilma exemplifica perfeitamente o tipo de fraude e o viés pró-impeachment que a Globo vem disseminando institucionalmente por mais de um ano”, aponta.

“Além disso, as figuras políticas que a Globo vem cortejando, e que serão aqueles implantados pelo impeachment – incluindo o Vice Presidente Michel Temer e o Presidente da Câmara Eduardo Cunha, ambos do PMDB – são, ao contrário de Dilma, acusados de graves atos de corrupção pessoal, provando que, quando pessoas como João citam a corrupção para justificar o impeachment, esse é um mero pretexto para remover, antidemocraticamente, a líder que eles repudiam e instalar aqueles de sua predileção”, diz o jornalista.

Ao fim de sua resposta, Miranda aponta o que motivaria a atitude de um dos grupos de comunicação mais poderosos do mundo de responder a seu artigo. “É verdade que a internet está ameaçando o domínio da Globo. As mídias sociais permitiram aos brasileiros compartilhar informação por fora do império global, e agora podemos ler artigos e jornais estrangeiros (como o The Guardian) que fornecem informação que ultrapassa muito os estreitos limites de opinião permitidos pela Globo, Abril/Veja e Estadão”, argumenta.
“É precisamente por isso que João está combatendo artigos como os meus em jornais estrangeiros: porque ele tem medo do que acontecerá se ele perder o controle do fluxo de informação que os brasileiros recebem”, sustenta Miranda.

Leia a íntegra da resposta aqui.

Foto de capa: Reprodução YouTube



No artigo

x