Manifestantes usam água, sabão e sal grosso em limpeza no STF

Manifestantes querem que os ministros julguem o pedido de afastamento de Eduardo Cunha procolocado há 128 dias pelo Ministério Público Federal.

1231 0

Manifestantes querem que os ministros julguem o pedido de afastamento de Eduardo Cunha procolocado há 128 dias pelo Ministério Público Federal

Por Rede Brasil Atual

Manifestantes se reuniram na tarde de hoje (25), diante do Supremo Tribunal Federal (STF), na Praça dos Três Poderes, em Brasília. Em ato contra os 128 dias de silêncio dos ministros em relação ao pedido de afastamento do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), protocolado pelo Ministério Público Federal, eles lavaram a calçada com água, sabão, sal grosso.

“A gente quer uma posição do STF”, disseram os manifestantes.

A deputada federal Érika Kokay (PT-DF) participou da manifestação.

No dia 3 de março, o STF decidiu, por unanimidade, aceitar denúncia da Procuradoria-Geral da República (PGR) contra Cunha, que se tornou parlamentar em exercício e réu.

Foto de capa: Mídia NINJA



No artigo

x