Dilma manda acelerar demarcações de terras indígenas

Com a possibilidade de ser afastada pela admissibilidade do processo de impeachment no Senado, presidenta resolveu acelerar a pauta e articular com ministérios e entidades a homologação de novas terras; anúncio foi dado pelo ministro da Justiça no evento de lançamento do Conselho Nacional...

2774 0

Com a possibilidade de ser afastada pela admissibilidade do processo de impeachment no Senado, presidenta resolveu acelerar a pauta e articular com ministérios e entidades a homologação de novas terras; anúncio foi dado pelo ministro da Justiça no evento de lançamento do Conselho Nacional de Política Indigenista

Por Redação

Sob o risco de Michel Temer (PMDB) assumir, em breve, a presidência da República e deixar de lado políticas sociais prometidas pelo atual governo, a presidenta Dilma Rousseff resolveu acelerar o processo de demarcação e homologação de novas terras indígenas. O anúncio foi feito nesta quarta-feira (27), em Brasília, pelo ministro da Justiça, Eugênio Aragão.

“Diante de tanta notícia triste eu quero dar uma notícia boa também. Nós vamos, durante a semana que temos pela frente, nos esforçar por declarar e também homologar novas terras indígenas”, afirmou Aragão durante o evento de lançamento do Conselho Nacional de Política Indigenista.

Sem detalhar quais serão as novas terras, o ministro garantiu que Dilma participará, na próxima sexta-feira (29), do encerramento dos trabalhos de discussão do Conselho para acertar os detalhes.

O Conselho Nacional de Política Indigenista é um órgão consultivo composto por 45 membros – 28 são representantes indígenas – criado com o intuito de discutir direitos e políticas públicas voltadas a essas populações.

Foto: NINJA



No artigo

x