TSE condena PSDB a devolver R$ 1 milhão por irregularidades nas contas

Tribunal avaliou que os tucanos não conseguiram provar como os recursos recebidos do Fundo Partidário foram gastos, além de terem apresentado notas fiscais ilegíveis, falta de documentos e demonstração de pagamento feito depois do prazo permitido por lei.

1606 0

Tribunal avaliou que os tucanos não conseguiram provar como os recursos recebidos do Fundo Partidário foram gastos, além de terem apresentado notas fiscais ilegíveis, falta de documentos e demonstração de pagamento feito depois do prazo permitido por lei

Por Redação

Nesta terça-feira (26), o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovou com ressalvas as contas do PSDB de 2010 e determinou que o partido devolva aos cofres públicos R$ 1,109 milhão, por decorrência de irregularidades. Os tucanos não conseguiram provar como o dinheiro foi gasto, além de terem apresentado notas fiscais ilegíveis, falta de documentos e demonstração de pagamento feito depois do prazo permitido por lei.

A multa pode ser dividida em seis parcelas e precisa ser paga a partir de janeiro de 2017. A Corte não analisou as despesas de campanha, mas os recursos recebidos do Fundo Partidário. Na mesma sessão, os ministros também analisaram as contas de outros dez partidos. Foram aprovadas com ressalvas as contas de 2010 do PC do B, PSB, PSDC, PV, PRP, PSDB, PTN e PMDB. Foram desaprovadas as contas do PRTB, PMN e PDT.

Foto de capa: PSDB



No artigo

x