Chamada de “tia do cafezinho”, senadora Regina Sousa (PT-PI) representará contra Gentili na Justiça

“Não vou deixar barato para Danilo Gentili. Não é questão de indenização, mas vou representá-lo em nome das ‘tias do cafezinho’. Eu teria muita honra em servir café”, disse na tribuna a parlamentar. Comissão...

3247 0

“Não vou deixar barato para Danilo Gentili. Não é questão de indenização, mas vou representá-lo em nome das ‘tias do cafezinho’. Eu teria muita honra em servir café”, disse na tribuna a parlamentar. Comissão de Direitos Humanos do Senado apresentou requerimento de voto de censura ao apresentador 

Por Redação 

A senadora Regina Sousa (PT-PI) informou na tribuna do Senado, na tarde da última quarta-feira (18), que entrará com uma representação na Justiça contra o apresentador do SBT, Danilo Gentili. No último dia 11, durante a votação no Senado sobre a continuidade do processo de impeachment da presidenta Dilma Rousseff, ele disse, no seu programa, que não sabia que Regina era senadora e que mais parecia a “tia do café”.

A fala do apresentador, que por diversas outras vezes já proferiu ódio e preconceito, principalmente contra mulheres, gerou polêmica nas redes sociais e a repercussão foi, em geral, negativa.

“Esse moço tem feito muitos comentários maldosos, principalmente com relação às mulheres. Expressa um racismo sem tamanho. Por que, para ele, senadora tem que ter cara de senadora. Eu não tenho cara de senadora, com meu cabelo ‘pixaim’. Para ele eu deveria alisar os cabelos, certamente. Felizmente os seguidores dele reagiram mal ao que disse”, afirmou a parlamentar, que garantiu ainda que o representará na Justiça não por ter se sentido ofendida, mas para honrar todas as mulheres que servem café.

“Eu não vou deixar barato para o Danilo Gentili. Não é questão de indenização, mas vou representá-lo em nome das ‘tias do cafezinho’. Eu teria muita honra em servir café até por que fui menina quebradeira de coco babaçu no meu estado. Não tenho por que me envergonhar das minhas origens e nem de servir cafezinho”, completou.

Nesta quinta-feira (19), a Comissão de Direitos Humanos do Senado apresentou, por conta do episódio, um requerimento de voto de censura ao apresentador.

Assista ao seu discurso.



No artigo

x