Glenn Greenwald: “Dilma está mais firme, combativa e determinada do que nunca”

Na primeira entrevista concedida após seu afastamento, presidenta reforçou ao jornalista norte-americano que lutará até o fim pela defesa de seu mandato: “Talvez a coisa mais difícil pra uma pessoa suportar além da dor, da doença e da tortura, seja a injustiça”.

1999 0

Na primeira entrevista concedida após seu afastamento, presidenta reforçou ao jornalista norte-americano que lutará até o fim pela defesa de seu mandato: “Talvez a coisa mais difícil pra uma pessoa suportar além da dor, da doença e da tortura, seja a injustiça”

Por Redação

Na primeira entrevista concedida após seu afastamento, a presidenta Dilma Rousseff conversou com o jornalista Glenn Greenwald no Palácio do Planalto. Na avaliação do norte-americano, responsável pelo site The Intercept, Dilma “está mais firme, combativa e determinada do que nunca”.

Na ocasião, ela falou sobre a operação Lava Jato, a composição dos ministérios de Michel Temer, os retrocessos em programas sociais, a relação com o presidente afastado da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), e a injustiça a que está sendo submetida com o golpe em curso no país.

“Talvez a coisa mais difícil pra uma pessoa suportar além da dor, da doença e da tortura, seja a injustiça. Por quê? Porque você fica como se estivesse preso numa armadilha”, afirmou, ressaltando que lutará até o fim pela defesa de seu mandato.

Assista.


Foto de capa: Erick Dau/The Intercept



No artigo

x