Le Monde apresenta Marcela, a bela, recatada e do lar, ao mundo

A "Maria Antonieta do Brasil", uma esposa frívola e gastadora que se diverte com uma taça de champanhe na mão enquanto o povo passa fome.

2316 0
Marcela, a mulher do presidente Michel Temer, causa barulho 
Por Claire Gatinois (São Paulo, correspondente)

Tradução: Daniel Cariello, jornalista, publicitário e escritor.
O Daily Mail, tablóide britânico de grande circulação, vê nela a “Maria Antonieta do Brasil”, uma esposa frívola e gastadora que se diverte com uma taça de champanhe na mão enquanto o povo passa fome. Os brasileiros a consideram tanto como a encarnação da mulher ideal, tanto como a representação dos ideais rançosos de uma burguesia conservadora.

Marcela Temer, a jovem esposa do novo presidente interino, Michel Temer, fala pouco e jamais à imprensa. Essa discrição não impediu que a primeira dama, com sua plástica irrepreensível, fosse tema de um buzz quase ininterrupto nas redes sociais desde que seu marido tomou o poder, em 12 de maio.

A cólera da blogosfera começou após um perfil atordoante publicado pela revista Veja, catalogada politicamente à direita. Entitulado “Bela, recatada e do lar”, o texto revela a vida movimentada da jovem mãe de 33 anos, formada em direito, mas que tem no seu CV apenas um breve emprego de recepcionista e duas participações em concursos de Miss São Paulo: levar seu filho Michelzinho à escola, cuidar da casa “e também dela mesma”, precisa a revista, que ainda menciona duas visitas ao dermatologista. De vez em quando, também janta em grandes restaurantes com seu marido de 75 anos, que ela ama perdidamente (o nome dele está tatuado em sua nuca).

Opor o poder e a beleza.

A gente vai aprendendo…



No artigo

x