Luta pelo direito ao nome social marca a 20ª Parada do Orgulho LGBT

Ato realizado na Avenida Paulista reuniu milhões de pessoas entoando um grande “Fora Temer” Por Beatriz Sanz...

1226 0

Ato realizado na Avenida Paulista reuniu milhões de pessoas entoando um grande “Fora Temer”

Por Beatriz Sanz

20160529_155539

 

Na tarde deste domingo, 2 milhões de pessoas, segundo a organização, se reuniram na Avenida Paulista para exigir a Lei João Nery, que dá direito ao nome social para travestis e transexuais e também para reivindicar uma Lei Federal que criminalize a LGBTfobia.

A parada do Orgulho LGBT é um evento tradicional que acontece há 20 anos, mas se tornou parte do calendário oficial de São Paulo apenas este ano, por meio de um decreto assinado pelo prefeito Fernando Haddad (PT).

A multidão colorida que tomou a Paulista entoava uma grande “Fora Temer” através de performances ensaiadas ou manifestações espontâneas. Em todos os 17 trios elétricos que conduziam a festa havia mensagens ou personalidades que falavam contra o governo interino.

O grande destaque da parada ficou por conta de Viviany Beleboni, a mulher trans “crucificada” em performance no ano passado, e que este ano se apresentou vestida de bíblia e balança da justiça em um carro de som com uma grande faixa escrita “Fora Temer”. Desde a apresentação no ano passado, Viviany tem recebido diversas ameaças de morte.

Segundo o presidente da APOLGBT, Fernando Quaresma todas as conquistas da população LGBT vieram através do Judiciário, pois a bancada evangélica trava projetos importantes no Congresso.

O ex-senador Eduardo Suplicy falou da importância da manutenção do governo da presidenta Dilma para esse segmento da população. “Dilma lutou pelos direitos dos menos favorecidos e não cometeu nenhum rime de responsabilidade fiscal, portanto, deve conduzir seu mandato até o dia 31 de dezembro de 2018”, afirmou.

“Além de dar respeito ao ser humano, ele te dá uma identidade como ser social. Eu estou aqui para lutar pelo meu direito e também para trazer alegria para as pessoas”, afirmou Sheyla Silva.

A parada acabou em um grande show no Vale do Anhangabaú.

20160529_125542 20160529_132153 20160529_132240 20160529_134419 20160529_143240 20160529_143250 20160529_143739 20160529_161703 20160529_163014 20160529_165844



No artigo

x