Em defesa da previdência, frente parlamentar é relançada e pede volta do ministério

Deputados e senadores relançaram nessa terça-feira (31) a Frente Parlamentar Mista em Defesa da Previdência Social, com o objetivo de lutar pela transparência da Seguridade Social e garantia dos direitos sociais Por Redação...

619 0

Deputados e senadores relançaram nessa terça-feira (31) a Frente Parlamentar Mista em Defesa da Previdência Social, com o objetivo de lutar pela transparência da Seguridade Social e garantia dos direitos sociais

Por Redação

O deputado Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP) e o senador Paulo Paim (PT-RS), com apoio da Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil (ANFIP), reviveram a iniciativa que luta contra a reforma da previdência e a Proposta de Emenda Constitucional 87/15, que prevê aumento de 10% no percentual da receita da seguridade destinada ao caixa único do governo, passando de 20% para 30%.

Em comentário, o deputado reiterou os objetivos da frente parlamentar. “Além de dividir a Previdência em dois, que já é uma coisa absurda, tem essa PEC que quer tirar 30% das receitas de seguridade para o caixa único do governo. A luta é nossa e congrega não apenas os trabalhadores da Previdência, mas os servidores da atividade pública que estão abandonados a própria sorte, por esse e outros governos.”

A frente busca, além de assegurar a manutenção de direitos sociais, o retorno do Ministério da Previdência Social, extinto pelo presidente interino Michel Temer e anexado à pasta da Fazenda.

São sete os pontos abordados pela reforma: previdência rural, regimes próprios de previdência, financiamento do sistema, convergência dos sistemas previdenciários, as regras das pensões por morte, a idade mínima e as diferenças entre homens e mulheres.

Com informações da Agência Câmara de Notícias

Foto de capa: Antonio Cruz – Agência Brasil



No artigo

x