Polícia Federal indicia presidente do Bradesco na Operação Zelotes

Além de Luiz Trabuco, outras nove pessoas foram indiciadas por envolvimento no esquema de venda de sentenças do Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf). Segundo investigação, conselheiros eram corrompidos para livrar ou atenuar multas no órgão.

1891 0

Além de Luiz Trabuco, outras nove pessoas foram indiciadas por envolvimento no esquema de venda de sentenças do Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf). Segundo investigação, conselheiros eram corrompidos para livrar ou atenuar multas no órgão

Por Redação

A Polícia Federal indiciou o presidente do Bradesco, Luiz Trabuco, e outras nove pessoas por envolvimento no esquema de venda de sentenças do Carf (Conselho Administrativo de Recursos Fiscais), investigado pela Operação Zelotes. O Ministério Público Federal recebeu, nesta terça-feira (31), o relatório da PF e irá decidir se apresenta ou não a denúncia à Justiça.

A suspeita é de que o banco negociava a contratação de serviços de um escritório, responsável por corromper conselheiros do Carf para livrar ou atenuar multas no órgão. A apuração do caso mostrou que houve uma conversa do grupo com executivos do Bradesco para anular um débito de R$ 3 bi com a Receita Federal.



No artigo

x