Cerveró revela orientação da Petrobras para contratar empresa de filho de FHC

Ex-diretor da Petrobras afirmou. em delação premiada, que a PRS Energia, de Paulo Henrique Cardoso, associou-se à estatal para gerir a Termorio quando FHC era presidente da República.

2172 0

Ex-diretor da Petrobras afirmou, em delação premiada, que a PRS Energia, de Paulo Henrique Cardoso, associou-se à estatal para gerir a Termorio quando FHC era presidente da República 

Por Redação

O ex-diretor Internacional da Petrobras Nestor Cerveró contou, em sua delação premiada, que houve orientação da presidência da estatal para contratar uma empresa ligada ao filho de Fernando Henrique Cardoso, então presidente da República.

O caso teria ocorrido por volta do ano 2000 a partir de um pedido de Philipe Reichstul, que comandava a companhia. A PRS Energia, pertencente ao filho do tucano, Paulo Henrique Cardoso, se juntou à Petrobras naquele período para gerir a Termorio, maior termoelétrica de gás do país, que custou US$ 715 milhões.

Ele disse aos investigadores que o fato contrariou o lobista Fernando Soares, conhecido como Fernando Baiano, que mediava a contratação da empresa espanhola Union Fenosa e acreditou que o negócio seria fechado com a usina, mas foi surpreendido pela escolha da proposta oferecida por Paulo Henrique.

Foto: Wilson Dias/ Agência Brasil



No artigo

x