Policiais divulgam texto de apoio ao ‘Japonês da Federal’

Federação Nacional de Policiais Federais publicou nota lamentando a prisão de Newton Ishii, acusado de facilitar a entrada de contrabando na fronteira entre Brasil e Paraguai Por Redação...

1327 0

Federação Nacional de Policiais Federais publicou nota lamentando a prisão de Newton Ishii, acusado de facilitar a entrada de contrabando na fronteira entre Brasil e Paraguai

Por Redação

A Federação Nacional de Policiais Federais (Fenapef) divulgou uma nota de apoio a Newton Ishii, conhecido como “Japonês da Federal”, preso nesta quarta-feira (8). No comunicado, a organização afirma que está “surpresa” com o mandado de prisão contra o agente.

Newton foi acusado de facilitar a entrada de contrabando na fronteira entre Brasil e Paraguai, durante a Operação Sucuri, deflagrada em 2003. O mandado foi expedido pela Vara de Execução Penal da Justiça Federal, em Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná.

Ele foi condenado a quatro anos de detenção e o processo transitou em julgado, ou seja, não cabe recurso. A Federação alega que outros policiais envolvidos na Operação Sucuri já tiveram processos anulados ou foram absolvidos por falta de provas.

Veja a nota na íntegra:

A Federação Nacional dos Policiais Federais – Fenapef vem manifestar seu total apoio ao agente federal Newton Ishii, conhecido como “Japonês da Federal”, que está na Superintendência Regional da Polícia Federal, em Curitiba, para cumprimento de pena imposta nos autos do processo judicial relativo à Operação Sucuri, ocorrida em Foz do Iguaçu em 2001.

Famoso pela sua atuação nas prisões de políticos e grandes empresários nas investigações da Operação Lava Jato, Newton que se apresentou, ontem, por volta das 11 horas da manhã, aos policiais federais, logo que soube que seu recurso fora negado no Superior Tribunal de Justiça.

A detenção do agente Newton Ishi surpreendeu a todos, pois o primeiro processo contra ele fora anulado integralmente para posteriormente ser refeito. Há ainda recursos pedindo anulação de todo o feito. Outros agentes federais envolvidos na Operação Sucuri já tiveram seus processos anulados e outros foram absolvidos por falta de provas.

O departamento jurídico do Sindicato dos Policiais Federais do Paraná está acompanhando de perto o caso para tomar todas as medidas necessárias no sentido de que Newton Ishii seja solto já na próxima semana.

A Fenapef está prestando todo apoio necessário ao agente Newton, que tem sido um ícone do combate à corrupção e ao crime organizado. “Estamos lutando para que se faça justiça ao Newton e sua família, posto que ele já vem sendo punido injustamente há muitos anos, mesmo após árdua luta para provar sua inocência”, afirma o presidente da Fenapef, Luís Boudens.

Os fatos não guardam nenhuma relação com a Operação Lava Jato, que vem sendo um marco no combate à corrupção no Brasil, prestígio do qual o Newton Ishii ajudou a construir.

Foto de capa: Reprodução/YouTube



No artigo

x