Governo de São Paulo considera privatizar linhas nobres da CPTM

Empresa demonstrou interesse em participar de PPP (Parceria Público-Privada) para operar as linhas 8-diamante e 9-esmeralda da CPTM, que passam por áreas importantes de comércio e negócios da capital.

1230 0

Empresa demonstrou interesse em participar de PPP (Parceria Público-Privada) para operar as linhas 8-diamante e 9-esmeralda da CPTM, que passam por áreas importantes de comércio e negócios da capital

Por Redação

O governo Geraldo Alckmin (PSDB) estuda transferir a operação das linhas 8-diamante e 9-esmeralda da CPTM para a iniciativa privada. Elas transportam juntas aproximadamente 1 milhão de pessoas por dia e são consideradas nobres por passarem por importantes áreas empresariais e de escritórios da capital paulista.

A linha 8-diamante, que liga Itapevi ao centro, tem bons níveis de manutenção dos trens. A linha 9-esmeralda – que passa por Berrini, Morumbi e Pinheiros – leva o trabalhador aos pontos de comércio e negócios da cidade.

A empresa interessada é a Triunfo Participações e Investimentos e, para governo, a parceria indica redução de gastos. A linha Amarela do Metrô representa a parceria mais recente no setor e está sob responsabilidade da ViaQuatro, enquanto a linha 6-laranja já prevê a implementação de PPP (Parceria Público-Privada).

Foto: Ciete Silverio / A2D
* Com informações do jornal Folha de S.Paulo

 

 



No artigo

x