Moro aceita denúncia e esposa de Cunha vira ré na Lava Jato

Decisão do juiz foi publicada nesta quinta-feira (9); Cláudia Cruz é acusada de evasão de divisas e lavagem de dinheiro.

2382 0

Decisão do juiz foi publicada nesta quinta-feira (9); Cláudia Cruz é acusada de evasão de divisas e lavagem de dinheiro

Por Redação

Nesta quinta-feira (9), o juiz Sérgio Moro aceitou a denúncia contra Cláudia Cruz, esposa do presidente afastado da Câmara Eduardo Cunha. Além dela, o empresário português Idalécio de Castro Rodrigues de Oliveira, o lobista João Augusto Rezende Henriques, e o ex-diretor da área Internacional da Petrobras Jorge Luiz Zelada também viraram réus na Operação Lava Jato.

Cláudia é acusada de lavagem de dinheiro e evasão de divisas. Segundo o Ministério Público Federal (MPF), ela é a única controladora da conta em nome da offshore Köpek, na Suíça, responsável pelo pagamento de uma quantia superior a US$ 1 milhão com despesas de cartão de crédito, entre 2008 e 2014. De acordo com as investigações, o valor seria incompatível com os salários e o patrimônio da família.

A jornalista também teria se favorecido com parte da propina de US$ 1,5 milhão paga ao marido em mediação de contratos da Petrobras. Eduardo Cunha foi denunciado pela Procuradoria-Geral República pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. O desmembramento do processo ocorreu com autorização do Supremo Tribunal Federal (STF) por haver investigados sem foro por prerrogativa de função.

Os recursos na conta de Cláudia foram utilizados, por exemplo, para comprar artigos de luxo no exterior, como bolsas, sapatos e roupas de grife. Outra parte dos recursos teria sido destinada a pagamento de despesas educacionais dos filhos, em instituições como a Malvern College (Inglaterra) e a IMG Academies LLP (Estados Unidos).

Foto de capa: Reprodução/Facebook



No artigo

x