Acredite se quiser: colunista da Época sugere que New York Times recebe verba do PT

Incomodado com a cobertura da mídia internacional sobre o golpe no Brasil, Guilherme Fiúza insinuou que o jornal norte-americano “está na folha dos companheiros” e “precisando de mesada”.

8376 0

Incomodado com a cobertura da mídia internacional sobre o golpe no Brasil, Guilherme Fiúza insinuou que o jornal norte-americano “está na folha dos companheiros” e “precisando de mesada”

Por Redação

Incomodado com a cobertura da mídia internacional sobre o golpe no Brasil, o colunista da revista Época Guilherme Fiúza resolveu insinuar que o New York Times recebe verba do PT para defender a presidenta Dilma Rousseff. “Será que o jornal americano também está na folha dos companheiros? Estaria o NYT precisando também da mesada que nossos bilionários heróis progressistas pagam aos bravos e incorruptíveis jornalistas de aluguel deste país?”, sugeriu.

Fiúza apoiou o presidente interino Michel Temer e classificou de “delinquentes” os jornalistas brasileiros que denunciam as manobras do peemedebista e que, segundo ele, servem de fonte para a imprensa estrangeira. “Prezado Michel Temer, diante deste show avassalador de desonestidade intelectual, charme parasitário e bravura cafajeste, você só tem uma saída: governar. Essa é a sua missão na Terra. Cumpra-a até o fim, custe o que custar”, escreveu em sua coluna de sexta-feira (10).

“A mídia tradicional (‘tradicional’ não é pejorativo, queridos moderninhos, pode ser ótimo) europeia e americana parece ter comprado a versão do golpe de Estado no Brasil. A maior parte dela andou ‘denunciando’ o fato, ou flertando com a tese vagabunda – espalhada pelos parasitas que sugaram o Brasil por 13 anos sem dó nem piedade, e agora são apoiados pela MPB, intelectuais patéticos e artistas lunáticos (ou bem pagos)”, afirmou.

Foto de capa: Divulgação



No artigo

x