Temer reduz em número e em remuneração “funcionários de confiança” de Dilma

O governo interino realocará integrantes do gabinete da presidenta afastada Dilma Rousseff para cargos com remuneração de menores valores, construindo uma base mais sólida para seu governo provisório.

1426 0

O governo interino realocará integrantes do gabinete da presidenta Dilma Rousseff para cargos com remuneração de menores valores, construindo uma base mais sólida para seu governo provisório. Reestruturação reduzirá esses funcionários de 35 para 15

Por Redação

O presidente interino Michel Temer deverá realocar funcionários do gabinete pessoal de Dilma para funções que correspondam à DAS-4 ou DAS-5, cargos de menor remuneração e confiabilidade, se comparados ao DAS-6.

O primeiro reajuste aconteceu hoje, segunda-feira (13). O ex-assessor presidencial, Giles Azevedo, foi realocado para a Assessoria Especial de Subchefia de Análise e Acompanhamento de Políticas Governamentais, cargo de nível DAS-5.

A medida de redução de 35 para 15 funcionários que auxiliem a presidenta Dilma Rousseff faz parte das medidas previstas no parecer da Casa Civil, as mesmas que impedem a presidenta de se deslocar utilizando aviões da Força Aérea Brasileira, salvo para Porto Alegre (RS) e Brasília (DF), onde tem família. Essas medidas são válidas até o parecer final após as votações do impeachment. A votação final está prevista para agosto.

Foto: Marcelo Camargo – Agência Brasil



No artigo

x