Virou passeio: Mais um ministro de Temer pede demissão

Henrique Eduardo Alves, ex-ministro do Turismo comprou passagem relâmpago para longe da esplanada dos ministérios depois de ver seu nome envolvido na Lava-Jato.

1733 0

Henrique Eduardo Alves, ex-ministro do Turismo, foi mais um a fazer passagem relâmpago na Esplanada dos Ministérios depois de ver seu nome envolvido na Lava-Jato

Por Redação

Sérgio Machado fez mais uma vítima no governo interino de Michel Temer. O ex-ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), pediu demissão na tarde desta quinta-feira (16). Seu nome foi um dos que apareçam na lista de delação do ex-presidente da Transpetro.

Alves era presidente da Câmara e não conseguiu reeleição no último pleito. Segundo Machado, ele havia recebido R$ 1,55 milhão para bancar sua campanha. O dinheiro teria vindo de propinas.

A SIP (Secretaria de Imprensa da Presidência) não informou o motivo do pedido de demissão. Já a assessoria do ex-ministro afirmou que ele “repudia a irresponsabilidade e leviandade das declarações do senhor Sérgio Machado” e que todas as doações para sua campanha foram feitas de forma lícita.

Foto: Fotos Públicas



No artigo

x