Era para ser endoscopia, mas foi estupro: Mulher é abusada por médico em MG

De acordo com a jovem, que registrou o caso em boletim de ocorrência, ela se deparou com o médico passando as mãos em suas partes íntimas ao acordar da sedação de um exame de...

12950 0

De acordo com a jovem, que registrou o caso em boletim de ocorrência, ela se deparou com o médico passando as mãos em suas partes íntimas ao acordar da sedação de um exame de endoscopia. Exame de corpo de delito confirma o estupro mas agressor segue solto

Por Redação*

Era para ser um simples exame de endoscopia, mas se tornou um dos maiores traumas da vida de uma jovem de 25 de Governador Valadares, em Minas Geais. Ela foi até uma clínica no centro da cidade na última quarta-feira (15) para fazer o exame marcado para às 7h40. Para o procedimento, o médico a sedou e, por volta das 13h, acordou da sedação e se deparou com o homem passando as mãos em suas partes íntimas.

Assustada, a vítima contou que saiu da clínica sem questionar o médico e, ao chegar em casa e ir ao banheiro, sentiu dores e ardência em sua genitália. A jovem, então, procurou uma delegacia e registrou tudo em boletim de ocorrência. No local, ela ainda recebeu uma guia de orientações para fazer exame de corpo de delito. No exame, o abuso foi confirmado.

A Polícia Civil garante que está sendo realizada uma investigação mas o médico, não identificado, até agora não foi preso e a delegada responsável pelo caso, Adeliana Xavier, não foi localizada.

*Com informações do jornal O Tempo

Foto: Reprodução

 



No artigo

x