Waldir Maranhão retira consulta que poderia tornar mais branda pena de Cunha

O presidente interino da Câmara dos deputados, Waldir Maranhão, retirou consulta protocolada que poderia vetar a cassação de Eduardo Cunha.

930 0

O presidente interino da Câmara dos deputados retirou consulta protocolada à Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) que poderia vetar a cassação de Eduardo Cunha

Por Redação

Em ofício, nesta segunda-feira (20), o presidente interino da Câmara dos Deputados, Waldir Maranhão (PP-MA), retirou a consulta à Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) que, se aprovada, permitiria que o plenário da Câmara substituísse o relatório final do Conselho de Ética (que prevê a cassação de Cunha) por um projeto de resolução com pena mais leve.

Para Maranhão, o que deve ser votado é o relatório e não um projeto de resolução e, portanto, não haveria razão para se colocar em debate um projeto de resolução. O relatório final do Conselho de Ética aprovou o parecer de Marcos Rogério, do DEM de Rondônia, por 11 votos contra 9.

Descontrolado, na semana passada, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) esmurrou a mesa após saber o resultado da votação no Conselho e afirmou que iria recorrer à Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) da decisão.

Foto:Marcelo Camargo / Agência Brasil



No artigo

x