Racismo na escola: mãe denuncia coordenadora que pediu para cortar cabelo dos filhos

Funcionária enviou um bilhete na agenda: "eu ficaria mais feliz com o cabelo deles aparado ou preso"; família decidiu mudar as crianças de colégio.

3970 0

Funcionária enviou um bilhete na agenda: “eu ficaria mais feliz com o cabelo deles aparado ou preso”; família decidiu mudar as crianças de colégio

Por Redação

Débora Figueiredo recebeu, na última quinta-feira (16), um pedido inusitado da escola onde seus filhos gêmeos Antônio e Benício, de três anos, estudavam em Duque de Caxias (RJ). A coordenadora do colégio enviou um bilhete na agenda das crianças, sugerindo para ela “aparar ou trançar o cabelinho dos meninos”.

bilhete

A mãe fez um post no Facebook que viralizou e já possui mais de 3.800 compartilhamentos na rede social.

Débora, que é professora de música, também informou que foi até a escola com um advogado e que a diretora disse que tudo havia sido um mal-entendido. Segundo ela, o bilhete foi  motivado por um “surto de piolhos” entre os alunos.

Os pais dos gêmeos encerraram a matrícula dos filhos e estão em busca de outra instituição de ensino.

“Como eu gostaria que meus filhos não passassem por nenhum tipo de preconceito, como eu gostaria de protegê-los desse mundo cruel”, desabafou a mãe.

Fotos: Reprodução/Facebook



No artigo

x