Após virar réu, Bolsonaro afina: “Apelo humildemente ao STF que reflita sobre esse caso”

Deputado responderá por incitação ao estupro e por injúria contra Maria do Rosário (PT-RS) Por Redação...

9726 0

Deputado responderá por incitação ao estupro e por injúria contra Maria do Rosário (PT-RS)

Por Redação

O deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) responderá por incitação ao estupro e por injúria pelas ofensas à também deputada Maria do Rosário (PT-RS). Durante debate no plenário da Câmara, em dezembro de 2014, ele disse que só não “estupraria” a parlamentar porque ela “não merecia”. Por 4 votos a 1, ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) aceitaram a denúncia contra ele, que agora é réu no processo.

Em entrevista à imprensa sobre o caso, ele se mostrou mais cauteloso do que costuma ser em suas declarações. “Apelo humildemente aos ministros do STF que votaram para abrir o processo, não para me condenar ainda, que reflitam sobre esse caso”, disse. Apesar de não ter se redimido com Maria do Rosário depois das agressões verbais, ele tentou se justificar. “Foi um ato reflexo. as desculpas que eu peço são para a sociedade, que foi desinformada sobre a verdade dos fatos”, ressaltou.

Porém, sem perceber, Bolsonaro fez mais uma afirmação machista durante sua fala. Ao ser questionado por uma repórter se teria arrependimento pelo episódio, ele respondeu: “Você não joga futebol. Nós, homens, jogamos. É muito comum no nosso meio… Você recebe uma entrada desleal de um colega e você o agride fisicamente. Depois do que aconteceu, todos se arrependem”.

Assista ao vídeo aqui.

Foto: Renato Araújo/ABr



No artigo

x