Coca, Ambev e Pepsi deixarão de vender refrigerantes em escolas

Medida passa a valer a partir de agosto e visa combater a obesidade infantil; empresas substituirão os produtos por água mineral, água de coco, suco e bebidas à base de leite.

1575 0

Medida passa a valer a partir de agosto e visa combater a obesidade infantil; empresas substituirão os produtos por água mineral, água de coco, suco e bebidas à base de leite

Por Redação

Na última quarta-feira (22), a Coca-Cola, a PepsiCo e a Ambev anunciaram o fim da venda de refrigerantes em cantinas de escolas. A medida passa a valer a partir de agosto. As empresas substituirão os produtos por água mineral, água de coco, suco e bebidas à base de leite. A campanha visa combater a obesidade, reconhecendo que o refrigerante tem papel relevante no desenvolvimento do problema.

De acordo com as empresas, crianças de até 12 anos não têm maturidade suficiente para tomar decisões de consumo. A iniciativa foi realizada a partir de encontros e conversas com especialistas das áreas da nutrição, saúde e alimentação, e com representantes de instituições voltadas aos direitos das crianças.

A Coca, a PepsiCo e a Ambev afirmaram ter estreitado contato com a Associação Brasileira das Indústrias de Refrigerantes e de Bebidas não Alcoólicas (Abir) para estender as ideias para todo o setor. A mudança deve afetar, por enquanto, apenas cantinas e lanchonetes de escolas que comprem refrigerantes diretamente com os fabricantes, sem intermédio de supermercados ou adegas.

Foto: Matheus Moreira



No artigo

x