Jovem denuncia episódio de racismo no transporte público e depoimento viraliza

Meninas tiravam fotos e riam do cabelo da vítima, ela foi alertada por outro usuário da situação.

3032 0

Meninas tiravam fotos e riam do cabelo da vítima, que foi alertada por outro usuário da situação. Ao tentar registrar boletim de ocorrência, foi desaconselhada por policiais que afirmaram que “não vai dar em nada”

Por Redação

A jovem Idrissa Bello, de 21 anos, foi vítima de racismo no transporte público paulistano na última terça-feira (21). Idrissa voltava para casa do trabalho quando duas passageiras começaram a tirar foto do cabelo dela e rir. Um outro passageiro, indignado com a situação alertou Idrissa.

Ela então decidiu chamar os seguranças e tomou a decisão de abrir um boletim de ocorrência para denunciar o crime. Na delegacia, porém, ela foi desaconselhada a não fazer o registro, pois não iria “dar em nada”.

Confira o relato indignado da garota, que até o fechamento desta matéria contava com mais de 6 mil compartilhamentos.

“Ontem foi minha vez…
Minha vez de se sentir humilhada por ter a cor da pele que tenho, o cabelo que tenho, e o estilo que tenho.
Ontem foi minha vez de ter a certeza de que o país em que vivemos é uma merda, e que se você não for “Loirinho dos olhos azuis, com um emprego bem remunerado e morador da zona norte” pode esquecer baby, mesma que esteja certa, vai se sair como errada seja lá qual for a situação.
Pois bem
Estava eu em mais uma dia cansativo de trabalho duplo, voltando pra casa, querendo só chegar agarrar minha gordinha e ir descansar, pra no dia seguinte começar tudo de novo… **** Quando me deparei com duas ‪#‎serumaninhas‬ que sabe se lá o porq, decidiram tirar fotos (Sim amiguinhos, tirar fotos) do meu cabelo e rir entre elas sei lá do que.**** Quando um dos passageiros se incomodou com a situação e me avisou o que estava acontecendo, eu por minha vez chamo o segurança pra enteder o motivo da *graça e das *fotos, nisso o vagão todo já estava revoltado com toda aquela história, e eu, obviamente me sentindo muito humilhada/constrangida/indignada/revoltada e etc… Foi quando decidi que iríamos todos para delegacia pra eu abrir um B.O contra a moça que tirou as fotos, até então sem explicações.
E resumindo bem pra vocês, sabe no que deu tudo isso ? N.A.DA !
Absoluta nada, enquanto a moça ria com seus familiares e batia papo na delegacia, eu A VÍTIMA da situação, se passei como errada, fui tratada como lixo, como uma ninguém, o tempo todo sendo aconselhada por autoridades a desistir dos meus direitos, porq como eles mesmo diziam “ISSO NÃO VAI DAR EM NADA”. Ou seja, você sofre um mega constrangimento dentro do transporte público, por conta de dois seres que na minha opinião não tem o que fazer da vida, fica até às 03:00h da madrugada na delegacia, pra sair de lá ouvindo risadas de deboche de pessoas dizendo para a acusada de que “ISSO NÃO VAI DAR EM NADA”…
– Mas opa, perae, tem alguma coisa errada, não ? Não seria eu que deveria estar sendo priorizada na situação ? Não foi eu quem sofri com tudo isso ?.
Não, você está se fazendo de vítima querida, vá trabalhar e continue vivendo sua vida como se NADA tivesse acontecido, até porq isso aí‪#‎NÃOVAIDAREMNADA‬.”

 

Foto de Capa: Reprodução/ Facebook



No artigo

x