‘Vaquinha’ para ajudar Dilma a denunciar o golpe arrecada mais de R$120 mil no primeiro dia

A iniciativa – uma ideia de duas amigas da presidenta dos tempos de ditadura militar – tem como objetivo financiar as viagens de Dilma pelo país para denunciar o golpe em curso, tendo em...

2274 0

A iniciativa – uma ideia de duas amigas da presidenta dos tempos de ditadura militar – tem como objetivo financiar as viagens de Dilma pelo país para denunciar o golpe em curso, tendo em vista as restrições impostas pelo presidente interino com relação ao seu deslocamento. Saiba como doar

Por Redação

Foi lançado na manhã desta quarta-feira (29) o Catarse para arrecadar fundos para que a presidenta Dilma Rousseff possa se deslocar e viajar pelo país denunciando o golpe que está em curso. A “Jornada pela Democracia” é uma iniciativa de Guiomar Lopes e Celeste Martins, amigas da presidenta na época da ditadura militar que não querem ver mais um golpe de estado se repetindo no país.

“A denúncia do golpe incomodou o governo provisório e ilegítimo, que estabeleceu medidas restritivas à movimentação da presidenta. Tenta impedi-la de estar junto da população, para evitar que o golpe seja mostrado como realmente é: um processo espúrio de retirada de direitos do povo”, diz o post de Dilma no Facebook em que fez a divulgação da ‘vaquinha’.

É possível doar qualquer valor a partir de R$10. Em menos de um dia de campanha, já foram arrecadados mais de R$120 mil.

De acordo com a descrição da vaquinha, o valor total será utilizado para pagamento de despesas com deslocamentos da presidenta e toda a prestação de contas será feita periodicamente em seu site.

“Mostrar que o impeachment é fraudulento requer conversar com parlamentares, representantes de instituições e de movimentos sociais. Requer, sobretudo, estar junto a cidadãs e cidadãos de todo o País, alertando e mobilizando sobre o papel fundamental de cada um na resistência ao golpe”, diz outro trecho do texto da campanha.

Para doar, clique aqui.



No artigo

x