Após ser vaiada, presidente de entidade científica anuncia que entregará cargo

Em evento, Helena Nader, presidente da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), foi vaiada e chamada de "pelega" por propor diálogo com governo Temer; assista ao vídeo.

2483 0

Em evento, Helena Nader, presidente da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), foi vaiada e chamada de “pelega” por propor diálogo com governo Temer; assista ao vídeo

Por Redação

A presidenta da SBPC (Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência), Helena Nader, informou que entregará seu cargo ao conselho da entidade. Ela foi vaiada e chamada de “pelega” pela plateia durante um ato contra a fusão do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação com o das Comunicações, realizado ontem (6) durante a reunião anual da SBPC, que acontece em Porto Seguro (BA).

Em seu discurso, Nader defendeu que a entidade não deve se se posicionar nem contra nem a favor do presidente interino Michel Temer, mas que precisa manter o diálogo. Em seguida, o professor de química teórica da UFPE, Antonio Carlos Pavão, pediu o microfone e fez críticas à fala dela.

“Fora Temer e seu bando! Aqui a unanimidade é ‘Fora Temer’! Estou ouvindo coisas que eu não gostaria de ouvir da SBPC. A SBPC está em cima do muro. Negociou com golpistas, fez reunião com golpistas”, disse, sendo aplaudido pelo público.

Diante da reação das pessoas, Nader pega o microfone de volta, diz que entrega seu cargo e sai do palco. O encontro reuniu mais de 5 mil professores, estudantes e pesquisadores de todo o Brasil. No domingo (3), na abertura do evento, o atual ministro da Ciência e Tecnologia, Gilberto Kassab, foi vaiado por 10 minutos.

Foto de capa: Agência Brasil



No artigo

x