ABIN cria padrão de comportamento suspeito para terroristas e vira piada nas redes

A Agência Brasileira de Inteligência publicou na sua página no Facebook um guia rápido de reconhecimento de pessoas suspeitas. Publicação é parte de programa de prevenção ao terrorismo e foi ironizada nas redes pelo caráter genérico e superficial.

1522 0

A Agência Brasileira de Inteligência publicou na sua página no Facebook um guia rápido de reconhecimento de pessoas suspeitas. Publicação é parte de programa de prevenção ao terrorismo e foi ironizada nas redes pelo caráter genérico e superficial

Por Redação

A arte digital foi publicada na tarde do último domingo (10) na página oficial da ABIN e rendeu muitas críticas, bem como ironias e piadas nas redes sociais. As críticas apontam estereotipificação de pessoas suspeitas e aponta “ingenuidade” da agência na prevenção ao terrorismo com o post de tom genérico e superficial. Outras pessoas tentaram relativizar a publicação afirmando que a imagem não diz que pessoas que atendam a tais características são terroristas, mas que poderiam ser.

Na arte, um homem de jaqueta e capuz fazendo sombra (exagerada no photoshop), faz pose ameaçadora, de punhos cerrados. A parcela de texto apresentada diretamente na imagem aponta que pessoas com “roupa, mochilas e bolsas destoantes das circunstâncias e do clima” são suspeitos de terrorismo.

Além disso, “agir de forma estranha” ou demonstrar “intenso nervosismo” também seriam características típicas de terroristas, de acordo com a publicação. Para a Agência de Inteligência, ao observar esses elementos, o cidadão deve comunicar o “agente de segurança mais próximo”.

Foto: Reprodução/Facebook



No artigo

x