Homem que filmou tortura de ex-mulher está preso e foi encaminhado para audiência de custódia

O homem que filmou e fotografou o espancamento e tortura da ex-mulher e emboscou e agrediu o patrão dela já tinha sido preso por tráfico de entorpecentes e foi encaminhado para audiência de custódia nessa segunda (11).

1882 0

O homem que filmou e fotografou o espancamento e tortura da ex-mulher e emboscou e agrediu o patrão dela já tinha sido preso por tráfico de entorpecentes e foi encaminhado para audiência de custódia nessa segunda (11)

Por Redação

Rodrigo Groggia Martins (32) filmou a tortura da ex-mulher, além de a espancar com diversos objetos e raspar seu cabelo. Ele foi preso e encaminhado, nesta segunda-feira (11), para audiência de custódia, ou seja, quando um cidadão é preso em flagrante e tem processo de apresentação à Juiz acelerado. Nesses casos, atuam um promotor público e um defensor público ou advogado de defesa.

A mulher agredida teve relacionamento com Rodrigo por cerca de 12 anos, sendo que em 7 deles o agressor estava preso por tráfico de entorpecentes. O casal tem dois filhos.

Groggia saiu da prisão há pouco mais de sete meses e de acordo com a vítima, ele não aceitou o fim do relacionamento. Com discurso carregado de misoginia, Rodrigo manteve a mulher em cárcere privado por 2 dias e a espancou com fios, chinelo e uma arma de fogo.

A vítima relatou que o ex-esposo acreditava que a moça teria mantido relacionamento com o dono da padaria na qual trabalhava. Rodrigo foi à padariae conseguiu atrair o chefe para a casa, onde o espancou e o liberou em seguida.

O fim dos dias de tortura chegou após Rodrigo obrigar a moça a ligar para a mãe dizendo que viajaria. Desconfiada, a mãe da vítima, que tinha chave da casa, foi ao local, encontrou a filha e acionou a polícia, que prendeu o agressor em flagrante.

O caso foi registrado no 7º Distrito Policial de Guarulhos. Os eventos relatados aconteceram no Jardim Paraíso, na cidade de Guarulhos (SP).

Foto: Wikimedia/Commons



No artigo

x