Rosso foi filmado recebendo propina, diz testemunha do ‘mensalão do DEM’

O favorito para presidir a Câmara dos Deputados é investigado por compra de voto e desvio de recursos públicos e, de acordo com testemunha do mensalão do DEM, teria recebido propina. Testemunha afirma possuir vídeo.

2363 0

Favorito para suceder Cunha na presidência da Câmara, Rogério Rosso (PSD) é acusado de ter se beneficiado com esquema de distribuição de propinas a políticos do Distrito Federal

Por Redação

Uma testemunha do esquema de superfaturamento e propinas que ficou conhecido como “mensalão do DEM” disse à Justiça que Durval Barbosa, principal delator das fraudes, teria um vídeo do deputado Rogério Rosso (PSD-DF) recebendo dinheiro. O parlamentar é o favorito para ocupar a presidência da Câmara e contaria com o apoio do presidente interino Michel Temer.

Em depoimento no dia 29 de junho, o técnico de informática Francinei Arruda disse que Barbosa – ex-secretário do governo do Distrito Federal – omitiu a existência das imagens ao entregar a investigadores uma série de vídeos nos quais políticos recebiam propinas.

Segundo ele, o deputado do PSD sabia da existência do vídeo contra ele e o conhecimento sobre a gravação o tornava submisso a Barbosa.  Rogério Rosso é investigado por compra de votos e desvio de recursos públicos na época em que foi governador do Distrito Federal, em 2010.

Foto: Luis Macedo / Câmara dos Deputados



No artigo

x